segunda-feira, 30 de maio de 2011

5 Meses

Oieee, mudando de pau pra cavaco como diria minha mãe o assunto agora é a festinha de um aninho do Vitor, fechei o local gente, sempre sonhei com a festa do meu pequeno antes mesmo dele nascer, cá estou eu sonhando e contando os dias néh rsrs, mas a duvida sobre o tema me consome, eu tenho irmã, mãe e muitas primas então coisa de menino pra mim e muito novo mas não menos empolgante néh :D, olhando, pesquisando percebi que o tema dos animais e fazendinha  são os  mais requisitado pelas mamães e me agrada muito!!! ha moda do momento é ursos bem provençal e ursinho marinheiro, então o que vcs acham? fotinhas a opinião de vcs é muito importante pra mim néh

bolo tema floresta
uma dessas a gente pode fazer rs
essa a mamãe aqui só pode sonhar kkkk mega cara!!!



Então o que vcs acham???????????????

sábado, 28 de maio de 2011

Deixar chorar até dormir?

Gente obrigado pelas dicas, me senti mais forte pra continuar a amamentar meu filho durante a noite, independente do meu cansaço, coisa que no fundo do meu coração já sabia, pois não aguentaria velo chorando pra eu poder dormir mais neh, ha jackie me enviou o link pra um texto de uma mãe que fala tudo que eu sinto, e estou passando e quero dividir com vcs, para mamães que passarem por essa fase, ou para as futuras mamães que ainda irão passar, não se sentirem sozinhas, espero que gostem.





PorGlauciana

Houve uma época em que eu realmente achei que ia pirar por conta do sono dos meus filhos. Eu acreditava, com unhas e dentes, que eu nunca mais dormiria. E era um drama tão real, tão sofrido para mim, que quando alguém me falava os bordões "é natural", "é só uma fase", "vai passar", eu chorava mais ainda por me sentir fraca. Se é tão natural, se é só uma fase e vai passar, que porcaria de pessoa eu sou que não consigo passar algumas noites sem dormir? Que tipo de ser humano eu sou que não consegue passar por um tipo de desafio, sobretudo pelas pessoas que eu mais amo no mundo: meus filhos?

E foram dias - e noites - de tormento. Como toda mãe de primeira viagem, eu me apeguei a todos os livros e artigos sobre o sono dos bebês e, claro, me deixei seduzir por aquele que dizia para deixar o pequenino chorando no berço, que garantia que na segunda ou terceira noite ele já estaria dormindo a noite inteira, sequinho, noite dos sonhos, tal prega a famosa marca de fralda. Pronto, a solução de meus problemas estava resolvida.

E só quem passa pela privação de sono é capaz de entender o teor disso que estou falando. Eu me sentia totalmente incapaz de fazer atitudes corriqueiras, como segurar Eduardo no colo enquanto ligava a torneira para encher a banheira na hora do banho.

Meus sentidos e meus reflexos ficaram tão atordoados que se me dessem uma tartaruga pra cuidar, fatalmente ela escaparia de mim a passos largos. Isso sem falar no aspecto emocional. Peraí, mas aspecto emocional? E mãe lá tem isso em pé? Sobretudo nos primeiros meses do bebê, quando os hormônios dançam em fúria, e temos a vida sacodida por um pequeno tufão, qualquer pudim de leite tem a consistência mais sólida que o nosso estado emocional.

Pois bem que um dia algum cidadão tem a feliz - e salvadora - ideia de me apresentar o livro "Nana, Nenê". Não me lembro agora quem foi, mas aposto na mega que só pode ter sido uma mãe insone. E, bem, pronto, me apeguei aquilo como a última salvação da lavoura. Meu marido, que compartilhava em partes de meu calvário, aceitou aplicar o método na primeira página do livro.

E eis que começamos. Naquela noite, deixamos Eduardo chorando em seu berço por 2 horas e 45 minutos. Vocês entendem o que é isso? 2 horas e 45 minutos de um choro desesperado, molhado, bracinhos ao alto pedindo colo, mãozinhas batendo na grade do berço implorando um alento. Cada vez que me lembro dessa cena eu tenho algumas vontades: de bater em mim, por ter permitido aquilo a meu bebezinho, e uma culpa tão grande, que acho que os anos não vão apagar. Nessas mais de 2 horas eu voltei ao quarto, como manda o método, em todos os minutos, contados no relógio.

Se deu certo? Bem, depende do ponto de vista. Depois desse período todo, eu chorando desde a primeira hora de choro dele, comendo tudo o que restava de unha do lado de fora do quarto, completamente atordoada por aquele sofrimento, parei a brutalidade quando Eduardo, de tanto chorar, acabou vomitando no berço. Aquele foi um alerta de que eu estava violentando meu bebê e, sobretudo, a mim, aplicando algo que ia contra meus princípios e feria em mim todo o cuidado que eu tivera nesses 10 meses de vida de meu filhinho. A partir daquilo, peguei Dudu em meu colo, o ninei, o alimentei novamente e ele dormiu em meus braços, exausto de tanto chorar.

Mas, sim, se desconsidermos todos esses aspectos negativos, deu certo. Na noite seguinte, depois de dar a mamadeira (uma semana antes Dudu tinha deixado o peito e mamava na mamadeira), ele adormeceu no bercinho. Entretanto, esmagada pela culpa, eu não saí do lado dele e fiquei ali, dando tapinhas em seu bumbum até ele pegar no sono profundo.

E aí, depois disso tudo, na segunda gestação, de Luca, eu conheci o livro "Soluções para noites sem choro", apresentado pela querida Aninha Medeiros (@avoqueria) e ele coroou ainda mais toda a culpa que eu sentia por aquela fatídica noite. A autora, Elizabeth Pantley, é veementemente contra os métodos de deixar a criança chorando no berço até dormir e argumenta de forma brilhante.

"Permitir que o bebê sofra de dor e medo até que ele desista e durma é cruel e, para mim, inimaginável", diz Elizabeth em seu livro.


E ela usa argumentos de médicos, como Dr. Paul M. Fleiss e Frederick Hodges, sobre o treinamento de sono por meio do choro.

"Bebês e crianças pequenas são seres emocionais e não seres racionais. A criança não consegue compreender por que ignoramos seu pedido de ajuda. Ignorar o choro do bebê, mesmo com a melhor das intenções, pode levá-lo a sentir-se abandonado. Os bebês respondem a necessidades biológicas que os "especialistas" em sono ignoram ou negam.

A abordagem mais sensata e carinhosa é responder imediatamente ao choro da criança. Lembre-se de que você é o pai e que uma de suas responsabilidades é dar ao bebê segurança e conforto. É um belo sentimento saber que você sozinho tem o poder de iluminar a vida de seu filho e eliminar todo o medo e a mágoa".

Kate Allison Granju, diz:

"Os bebês são seres extremamente dependentes, vulneráveis e desprotegidos. Seu bebê conta com você para cuidar dele com amor. Quando chora, está indicando - da única maneira que sabe fazer - que precisa de você ao lado dele.

Você sabe como é horrível chorar de medo ou angústia. E não é diferente para o bebê. Quando ele chora - por qualquer que seja o motivo - ele sente mudanças físicas. A pressão arterial aumenta, os músculos tornam-se tensos e os hormônios do estresse tomam conta de seu corpinho.

Bebês submetidos ao treinamento do sono por meio do choro, às vezes, parecem dormir profundamente, porque bebês e crianças pequenas geralmente caem em sono profundo após
vivenciar traumas. Esse sono profundo não deve ser considerado prova de eficácia do método [do choro], mas, sim, evidência de uma de suas inúmeras consequências perturbadoras".

Depois disso tudo e de escutar o meu coração, eu me neguei a aplicar o método de choro para Luca dormir. E olha que nesse aspecto Luca deu ainda mais trabalho que Eduardo, mas com ele eu aprendi a desenvolver muito mais a paciência e aceitar que os bebês têm um tempo de maturação e que dormir a noite toda é questão, para a maioria, de amadurecimento neurológico. No tempo certo - e esse bordão não é só conversa pra boi dormir - o bebê dormirá a noite inteira.

E Luca passou 1 ano e 3 meses, enquanto era amamentado, acordando 2, 3, 4 e até 5 vezes a noite. E por vários fatores que não apenas fome: necessidade de sucção, conforto, hábito de acordar. E durante todo esse tempo eu me mantive firme em minha teoria de não deixá-lo chorando no berço, apesar de ter períodos em que eu quase desistia. Chorei, sim, fiquei desesperada, fiz o #mimimi básico da mãe insone no twitter e no blog, li mais artigos e posts sobre o tema, conversei com outras mães a respeito. Mas, apesar de tudo isso, eu não me rendi.

E, então, como passe de mágicas, quando parei de amamentar, Luca começou a dormir a noite toda. Fiz um desmame bem tranquilo, porque tinha claro em mim que havia chegado a hora e que minha missão de alimentar meu filho tinha sido cumprida. Passei a dar o leite no copinho com bico - mas poderia ser na mamadeira, sem problemas, se ele aceitasse - às 20h, no meu colo, e o coloco no berço. Fico ao seu lado, batendo no bumbum até ele adormecer e, normalmente, tem ido até às 7h do outro dia.

Essa foi a nossa experiência e eu sinto-me muito, mas muito feliz, por ter deixado fluir em mim a conexão máxima com meu bebê e aceitar o fato de que tudo o que ele precisava de mim, na hora de dormir, era do meu carinho, do meu amor e do meu apoio para que conseguisse chegar ao amadurecimento para conseguir dormir a noite inteira.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Consulta

Eiii, gente fui a pediatra, uma que nunca tinha ido, diferente do que vcs me disseram sobre o pico do crescimento, ela foi curta e grossa dizendo deixa CHORAR!!! Ele tem que aprender que noite é pra dormir, ele está bem pesadinho e tal.. agora e eu o que faço? deixo meu filho chorar? a madrugada toda de fome? tenho notado que ele deu realmente uma esticada quanto ao comprimento dele, sei que temos que impor limites nos filhos, ela disse que tenho que ensinar a ele que nem tudo é na hora que queremos, o que não deixa de ser verdade... na pratica como agir?..
ninguém ensina a gente a ser mãe, acho que a maior parte do tempo me posiciono conforme meu coração me guia, acho que intuição de mãe.. mas agora estou em duvida em como agir perante tal situação.. meu bb está exclusivamente no peito e com isso meus cabelos estão caindo tanto que fez um buraco de cada lado da cabeça, entradas enormes...( ABAFA).. mas como foi até agora, vamos esperar o sexto més para entrar com outros alimentos néh, não é eu parando de amamentar que o cabelo vai parar de cair de uma hora pra outra, e vcs mamães passaram por isso? acho que na hora do cansaço eu me renderia a dar uma mamadeira durante a madruga  kkk, mas meu filhote tem  aversão a bicos artificiais, faz vomitos se insistirmos( ele não é bobo néh gente, sabe o que é melhor pra ele rsrs), mas e nós mães como seres humanos que precisam de dormir um pouco, como podemos agir perante tamanho cansaço? durmo 3 horas por noite... o cansaço me consome..
Enquanto me indago em como ser mãe rsrs, a vida segue meu filho faz 5 meses dia 28/05 e está mega esperto, virando, pulando, dando susto na mamãe, quer pegar tudo, grita, faz caras e bocas lindas de viver, boceja grunidos o dia todo rsrs, o agu virou gugu, lindo d+ gente, está mega sorridente, dar gargalhadas, sente muitas cocegas, enfim mamãe mais apaixonada a cada dia néh rsrs.

Eu sonhei em ser mãe por tanto tempo... e sentir meu pequeno, pegar ele no colo, por pra dormir pareçe um sonho... não sei como agradeçer a Deus por ele,
Filho vc se tornou o ar que eu respiro, Deus te louvarei por toda a minha !

bjos em todas, mega feliz de poder dividir com vcs esse momento:D

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Feliz Aniversário!!

Hoje este é o niver do papai do Vitor!! Parabéns vida!!! eu o nosso pimpolho estamos aqui te esperando morrendo de saudades,  te esperamos ansiosos, vem comemorar com a gente!!te amamos papai!!!




domingo, 22 de maio de 2011

Help?!

Olá meninas, estou eu aqui precisando de conselhos, meu bb está somente no peito, mas a uma semana ele aumentou de 2 mamadas durante a madrugada para 6, com isso ganhou meio kilo em uma semana, estou morta, não durmo nem o pouco que dava, agora está muito difícil, como diminuir  as mamadas? alguém sabe alguma dica? vou a um pediatra novo essa semana, se me ensinar algo passo pra contar pra vcs, vitor foi  de sexta passada  para esta de 8,800 para 9,410 kg em uma semana, estou morta, era pra ele estar diminuindo as mamadas agora não? só sei que estou um caco e meu pequeno mais bochechudo e acorda no maior pique rsrs, help? ele faz cinco meses sabado que vem.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

E a farra continua

Farra com a vovó

Esta semana meu pequeno ficou dodoi e minha mãe veio ficar comigo, pra me ajudar a cuidar do meu principe e eu poder terminar meu trabalho de conclusão da pós graduação, que estou no limite de entrega, a falta de tempo  e total néh gente, fotinhas da festa que a vovó faz com o pequeno..

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Irmã gemea?!!

Gente encontrei a irmã gemea do Vitor perdida!! kkkkkkkkk e a Sophia filha da Vivi, olhem se não são parecidos?????????, tirando o olho de gata verde da Sophia néh rsrs linda d+, babei!!!nessa foto vitinho estava com 3 meses kkkk, agora ambos tem 4!! muito fofos néh

Meu pequeno ta d++, gente o bb de vcs mamam muito a noite? como fazer pra diminuir as mamadas? meu bb mama a noite inteira, não sei mais o que fazer, to morta de cansada, e meu pequeno uma bola, 9 kilos e 69 cm, gigante mas a mamain aqui não se aguenta em pé, alguma dica????????? Help!!!!!!!

sexta-feira, 13 de maio de 2011

segunda-feira, 2 de maio de 2011

4 Meses

Meu principe fez 4 meses, lindo de mais!! nesses dias meu pequeno se mostrou um guerreiro, pegou bronquiolite e continuava forte, até começar crises de choros inconsolaveis, dava de tudo e só parava depois de uns quarenta minutos de muito choro.. estava se tornando diario essas crises eu desesperada néh, o médico por tel mesmo passou uns remedios pra refluxo e graças a Deus passou, agora não sei muito como será... mas se ficar sem o remedio volta o choro... fico arrasada...
mas vim aqui mesmo contar que meu pequeno prodigio com 4 meses e 3 dias ficou de pé sozinho!!!! acreditam?!! ele apoiou em mim tentou uma, duas e na terceira zupt ficou de pé sozinho segurando em mim!! gente pirei!!!!!!!!!! ele ta uma delicia !! sente muitas cocegas, e agora da gritinhos que ele mesmo adora rsrs, fora que da gargalhadas nuss gente muito delicia ver ele caindo na gargalhada, o paizão bobo chora quando nosso pequeno falando na ligua dos bebes fala com ele rsrs, pq o pequeno adora conversar gente, só vendo!! todo mundo fica bobo de ver meu moreno gostoso e fofo conversando rsrs, ele está super esperto, presta atenção em tudo e todos, bom desabafo de uma mãe mega apaixonada néh, achando seu menino prodigio e claro seu presente de papai do céu o mais perfeito e gostoso de todos, bjinho em todos e claro já desejo um feliz dia das mães antecipado pra todas, e pra  meninas que ainda estão na luta não desistam desse milagre cada lagrima derramada vale a pena, o senhor vai abençoar a todas em nome de Jesus, bjuuu.